NÃO atendemos UNIMED
ou outros convênios

Notícias

Menopausa

Psicólogos conseguiram, já nas décadas de 60 e 70, mostrar que a vida do homem é organizada em ciclos, que são muito parecidos para todas as pessoas, por mais que elas sejam de locais opostos do globo e que apresentem estilos de vida completamente diferente.

As pessoas, portanto, de acordo com essa linha de pensamento, apresentam quatro fases de vida. A primeira é a infância, que engloba desde o período em que o ser humano é bebê até a fase em que entra para a puberdade. Logo a seguir, o ser humano passa pela adolescência (um período muito importante, apesar de ter sido completamente ignorado até o século XVI). Saindo da adolescência, chega-se à vida adulta, passando, a seguir, para a senilidade – fase teoricamente mais próxima do nosso fim.

E é durante a fase da metade da vida adulta que os psicólogos descobriram muitos problemas, que posteriormente ficaram conhecidos como crise da meia idade ou crise dos quarenta anos. Esse problema ainda é agravado no sexo feminino, já que perto dos 40 anos o corpo das mulheres começa a passar por uma série de alterações muito vigorosas, semelhante ao que aconteceu na passagem da infância para a adolescência.

Sim, estamos falando da Menopausa, que chega à vida das mulheres sem que muitas queiram, por volta dos quarenta e cinco anos, cinquenta anos. Durante essa fase da vida acontece o oposto do que aconteceu na adolescência: os ovários começam a parar de produzir hormônios sexuais, o que acarreta em uma série de sintomas muito “esquisitos”.

São eles: enfraquecimento dos ossos, frequência anormal da menstruação, ganho de peso e pele seca. Para cuidar, portanto, da sua saúde, a dica é que visite o médico ginecologista e o médico dermatologista quando se aproximar da idade da Menopausa.

Dessa maneira, você poderá prevenir e antecipar o tratamento para alguns dos problemas que citamos acima, fazendo com que a Menopausa seja um pequeno incômodo passageiro e não um grande problema. Normalmente, indica-se que a mulher continue sua rotina normalmente, não devendo parar – principalmente – com os exercícios físicos.

A desordem na produção de hormônios poderá fazer com que engorde, o que pode ser compensado com a prática constante e equilibrada de exercícios físicos.

E a última dica é manter a calma e a tranquilidade. A Menopausa é um indício de que a maturidade do corpo da mulher chegou ao seu auge, portanto é um período também de pausa e reflexão sobre a vida.

Menopausa dermatologista em florianopolis

Doutora Rafaela Salvato, dermatologista. Menopausa