NÃO atendemos UNIMED
ou outros convênios

Dicionário de dermatologia

Acne vulgar – É uma inflamação crônica das unidades pilossebáceas (folículos capilares e glândulas sebáceas) da face e tronco. Geralmente começa na adolescência, mas também pode ser vista no período neonatal, em crianças, pré-adolescentes e adultos. A acne apresenta-se clinicamente com comedões (“cravos”), pápulas , nódulos, cistos ou pústulas , às vezes acompanhada por cicatrizes e/ou manchas. As principais causas que contribuem para a acne são superprodução de óleo, crescimento excessivo de bactérias e um entupimento dos poros por células mortas da pele. A acne pode ser agravada pelas flutuações hormonais, estresse , algumas doenças ou alguns tipos de cosméticos. A dieta pode desempenhar um papel importante na acne , causando piora do quadro clínico. Os tratamentos recomendados vão desde loções e cremes tópicos, prescrições orais, peelings químicos, lasers, LEDS, dentre outros.

Ácido hialurônico – É um polissacárido de ocorrência natural (açúcar), que atua como um agente de preenchimento dérmico, utilizado para ocultar e suavizar as rugas da pele. O ácido hialurônico natural da nossa pele diminui com a idade, tornando o ácido hialurônico industrial uma maneira ideal para melhorar naturalmente a aparência de envelhecimento da pele. Funções do ácido hialurônico na pele: é um componente importante do espaço extracelular que se liga à água para aumentar o volume, proteger e lubrificar os tecidos e manter o volume e viscoelasticidade. Algumas marcas conhecidas de ácido hialurônico como Restylane, Juvéderm ou Perlane, podem ser usadas nos sulcos nasolabiais, perilabiais, região malar, borda orbicular e os lábios, bem como outras áreas ao redor do rosto. O ácido hialurônico também é adicionado a muitos produtos de cuidados da pele para ajudar a dar volume à pele, hidratar e minimizar as rugas.

Acido salicílico – O ácido salicílico é um betahidroxiácido utilizado para esfoliar as células mortas da pele, bem como a eliminar a oleosidade excessiva da pele. Pode também ser aplicado para quebrar as camadas da pele em algumas doenças como a psoríase, calosidades e verrugas. É também usado para tratar ou prevenir a acne por meio da diminuição do tamanho de poros, impedindo-os de entupimento e permitindo o crescimento de novas células.

Alopécia Areata –  A Alopécia areata é uma doença caracterizada por áreas redondas de perda de cabelo que aparecem de repente . Qualquer área com pêlos pode ser afetada, mas o couro cabeludo é o local mais comum . A alopécia areata é causada por uma reação autoimune que afeta os bulbos dos folículos pilosos. O novo crescimento pode ocorrer espontaneamente, mas frequentemente são tratados com medicamentos tópicos, orais ou intralesionais e possível tratamento a laser concomitante. Pode ocorrer em qualquer idade , não é contagiosa e pode ser genética.

Alopécia androgenética masculina ou feminina – também conhecida como calvície, é caracterizada por pera progressiva dos cabelos. É uma doença hereditária causada por uma sensibilidade determinada geneticamente para os efeitos da diidrotestosterona, ou DHT. O DHT reduz o crescimento ou a fase anágena do ciclo do cabelo, causando a miniaturização dos folículos e produzindo cabelos progressivamente mais finos. Uma enzima chamada 5-alfa redutase regula a produção de DHT. Podem ser recomendados tratamentos tópicos ou orais para retardar esse processo.

Angioma – Angiomas são tumores benignos na pele que contêm pequenos vasos sanguíneos. Essa tumorações são raramente malignas e geralmente são tratadas com laser ou eletrocoagulação, com fins estéticos.

Aplasia cutânea – Aplasia cutânea congênita (ACC) é uma condição incomum da pele caracterizada por áreas com perda de substância, formando cicatrizes deprimidas. A causa da ACC é desconhecida e representa uma interrupção do desenvolvimento da pele do bebê intrauterina. Esta condição pode apresentar-se em muitas formas diferentes, incluindo uma ulceração profunda / erosão, uma cicatriz como resultado de cicatrização da pele no útero, ou uma forma oval por defeito membranoso. Essas lesões são mais comumente encontradas no couro cabeludo e podem ser cercadas por um anel de cabelo. A excisão cirúrgica é por vezes necessária, dependendo do local e do tipo de lesão que está presente.

Biópsia – Uma biópsia cutânea consiste na retirada de uma pequeno pedaço de pele que tem por objetivo fazer uma análise anatomopatológica e identificar o tipo de doença cutânea presente. Existem vários tipos de biópsias, incluindo uma biópsia por shaving, biópsia por punch, biópsia excisional, biópsia incisional ou biópsia por curetagem.

Botox (onabotulinum toxina A) – O BOTOX® é a marca mais conhecida de toxina botulínica. É uma solução injetável que suaviza temporariamente rugas causadas pela atividade muscular excessiva. Pode ser usado para o tratamento cosmético de rugas, assim como para tratar a enxaqueca, a transpiração excessiva e outras condições médicas.

Calcinose Cutânea – A calcinose cutânea é uma condição clínica caracterizada por depósitos de cristais de hidroxiapatita de cálcio na pele. Muitos fatores podem causar esta condição; no entanto, na maioria das vezes ocorre como uma doença genética ou secundária a desordens metabólicas. As lesões podem ser localizadas ou disseminadas e caracterizam-se por placas amareladas ou esbranquiçadas de consistência firme.

Câncer de Pele – Trata-se de uma lesão maligna localizada primariamente no tecido cutâneo. O câncer de pele é o tipo de câncer mais comum. Nos Estados Unidos, são diagnosticados mais de 3,5 milhões de casos de câncer de pele e mais de 2 milhões de pessoas anualmente. Tipos de câncer de pele mais diagnosticados incluem o carcinoma de células escamosas, o carcinoma basocelular e o melanoma.

Dicionário de dermatologia