NÃO atendemos UNIMED
ou outros convênios

Dermatologia Estética

Tratamento de rugas do pescoço com toxina botulínica

Diferente da face, o pescoço possui a pele mais fina e delicada, pobre em glândulas sebáceas e menos resistente às agressões do dia-a-dia. Com isso, a ação dos raios solares assim como outras alterações do meio externo são mais pronunciadas nessa porção do corpo. A queixa de flacidez e de rugas nessa região é muito constante nos consultórios dermatológicos e a aplicação de toxina botulínica pode ser uma grande aliada no tratamento.

A toxina botulínica é bastante indicada para a aplicação nas rugas horizontais e verticais que surgem na região do colo e do pescoço, popularmente chamadas de “pescoço de peru”. Essas marcas podem ser suavizadas com a aplicação da toxina botulínica no músculo bilateral chamado platisma, que desce da mandíbula até a região da clavícula ou “saboneteira” como também é conhecida. Com a idade avançando há uma alteração na elevação desse músculo, o que colabora na formação das rugas.

Sobre a toxina botulínica

A toxina botulínica, popularmente conhecido como Botox®, é um medicamento obtido das toxinas purificadas produzidas pela bactéria Clostridium botulinum. Esta bactéria produz uma série de toxinas classificadas de A a G.

A toxina botulínica do tipo A é considerada a mais eficaz para o tratamento de rugas e linhas de expressão, principalmente na região da testa e ao redor dos olhos, podendo ser aplicada também na região do pescoço e ao redor da boca.

Indicações no tratamento de rugas do pescoço com toxina botulínica

O tratamento com toxina botulínica é mais eficaz em rugas e linhas de expressão mais finas e evidentes com o pescoço em movimento, além de auxiliar no retardo da formação de novas rugas na pele (efeito preventivo). Em pacientes com linhas de expressão e rugas muito acentuadas ou visíveis, o uso da toxina botulínica deve ser aliado a outras técnicas – como o preenchimento por ácido hialurônico – para um melhor resultado.

Não há uma idade específica para se iniciar o tratamento das rugas e linhas de expressão com a toxina botulínica. A primeira aplicação deve ser realizada quando o paciente se sentir pronto para iniciar o tratamento juntamente com a indicação médica.

Efeitos do tratamento de rugas do pescoço com toxina botulínica

A toxina botulínica bloqueia a liberação do neurotransmissor acetilcolina, que é responsável por transmitir as mensagens elétricas do cérebro aos músculos, apenas no local onde é aplicada. Ou seja, com a terminação nervosa sem a capacidade de transmitir o impulso elétrico, ocorre a paralisação dos músculos tratados, que param de contrair.

Os efeitos da aplicação da toxina botulínica na musculatura do pescoço não são imediatos, há um intervalo de tempo geralmente de três a sete dias entre a aplicação e o início dos efeitos na musculatura.

Os pacientes relatam uma sensação de ligeiro enrijecimento e repuxamento na pele do pescoço nos primeiros dias de ação da substância. Por volta da segunda semana depois do tratamento já é possível verificar o resultado final, com uma aparência mais lisa do pescoço, assim como um efeito lifting leve (tracionamento da pele).

Como o tratamento possui uma certa limitação para as rugas visíveis em situação estática, os efeitos são potencializados se aliados a algum procedimento complementar de preenchimento, laser ou luz intensa pulsada.

Duração dos efeitos no tratamento de rugas do pescoço com toxina botulínica

Os efeitos da aplicação da toxina botulínica costumam persistir de quatro a seis meses após o procedimento.

botox infografico Rafaela Salvato Dermatologia

Se você quiser saber mais sobre Toxina Botulínica clique aqui.

Dra. Rafaela Salvato Dermatologista Florianópolis – Tratamento de rugas do pescoço com toxina botulínica