NÃO atendemos UNIMED
ou outros convênios

Dermatologia Clínica

Dermatoses Virais

dermatoses viraisDermatoses Virais

Várias afecções dermatológicas são causadas por vírus. Leia abaixo alguns exemplos de dermatoses virais:

a) Verrugas vulgares

São tumorações benignas da pele, geralmente com aspecto “áspero”, cor da pele ou normocrômicas e com pontos pretos em seu interior. São causadas pelo Papiloma Vírus Humano (HPV) e transmitidas pelo contato direto com pessoas ou objetos infectados ou mesmo pelo próprio indivíduo, que transmite para outros locais do corpo através do toque ou ato de coçar (autoinoculação), relações sexuais ou no canal do parto entre a mãe e o bebê. Podem aparecer em diferentes partes do corpo e geralmente não apresentam sintomas, com exceção das verrugas plantares, que podem doer ao caminhar. Algumas verrugas somem sem tratamento algum, porém lesões persistentes podem ser tratadas com géis coloidais tópicos, nitrogênio liquido, aplicação de ácidos no consultório ou eletrocoagulação, lasers, etc. Quanto antes for realizado o tratamento, melhor o prognóstico. É importante não realizar tratamentos caseiros sem a orientação do dermatologista para evitar piora do quadro e transmissão para outras pessoas.

b) Herpes simples

Lesões bolhosas dolorosas causadas pelo Herpes simples vírus tipo 1 ou 2. O tipo 1 geralmente acomete a região perioral e ao redor do nariz. O tipo 2 é mais comumente isolado nas formas genitais e causam úlceras dolorosas. Sua transmissão ocorre principalmente por via sexual. Cerca de 90% da população é portadora do vírus, mas nem todas manifestam as lesões clínicas. Fatores como exposição solar prolongada, queda da imunidade e tratamentos dermatológicos ablativos podem levar a novas lesões. Durante as crises, as lesões contêm grande quantidade de virus e são extremamente contagiosas, por isso é preciso precaução e cuidados. Existem tratamentos tópicos e medicações orais que auxiliam na redução do tempo das lesões e evitam novas crises, mas precisam ser iniciadas precocemente.

c) Herpes Zoster

Da família dos Herpes Vírus, essa erupção cutânea é causada pelo vírus Varicella-Zoster, o mesmo causador da varicela ou catapora. Quando há exposição ao vírus da catapora, elepermanece nas terminações nervosas da coluna vertebral do indivíduo. Normalmente não apresentará novas lesões ao longo da vida, mas por motivos ainda não totalmente elucidados ou quando há uma queda da imunidade, esse vírus transita por um ramo nervoso e forma as lesões cutâneas, conhecidas por Herpes-Zoster. As lesões são agrupamento de bolhas (vesículas) que podem ser extremamente dolorosas, com base avermelhada ou crostas. Acompanham uma ramificação nervosa, geralmente no tronco, unilateral.  É mais comum em pessoas idosas e normalmente ocorre apenas um episódio ao longo da vida. O tratamento deve ser iniciado de forma precoce para evitar a sequela mais importante, a neuralgia pós-herpética. A neuralgia é uma dor importante no trajeto do nervo que foi afetado pelo Zoster e pode permanecer por meses ou até anos.

Dra. Rafaela Salvato – Dermatologista em Florianópolis – Dermatoses Virais